Jovens Comunicadores: projeto ampliado para 500 jovens

1 de julho de 2020 | POR COMUNICAÇÃO IJCA

Quando organizações sociais, universidade e poder público se engajam em uma atuação conjunta, os resultados para a juventude são ampliados. É o que ocorre no projeto Jovens Comunicadores, que passará a atender 500 jovens com formação em comunicação e saúde e produção de conteúdo no combate a covid-19.

O Grupo Jovens Comunicadores iniciou em abril uma ação de comunicação popular voltada para as comunidades e favelas de Niterói para fomentar o acesso a informações sobre direitos, saúde e prevenção ao COVID-19. Com a ampliação, além de mais jovens, outras 10 organizações se somam ao propósito de ampliar oportunidades para a juventude em um momento de pandemia. Cada instituição é responsável por indicar e acompanhar um grupo de 40 de jovens, garantindo apoio em sua participação até o final do projeto.

O grupo formado pelo Instituto JCA é composto por jovens de Itaboraí, São Gonçalo, Maricá e Zona Norte de Niterói.

“A territorialidade indica como o IJCA conseguiu ampliar a participação de jovens no projeto. Os jovens têm entre 16 e 29 anos e foram selecionados entre ex-alunos do Programa Oficina do Ensino, Programa Fortalecendo Trajetórias, Reforço Escolar e os que atualmente compõe o grupo jovem do  Tamojunto9ºano. Convidamos os jovens que demonstravam afinidade com comunicação, interesse e facilidade de expressão e que aceitaram o desafio de contribuir na contenção da Covid-19 via comunicação comunitária”, explica Elen Alves, analista de projetos do IJCA. 

Os jovens recebem uma bolsa auxílio no valor de R$ 250,00 durante as atividades do projeto. O objetivo da ação é capilarizar o acesso às informações em saúde, em especial quanto ao coronavírus e suas implicações, formando jovens comunicadores para identificação de notícias falsas, checagem e compartilhamento de informações em saúde. Para garantir a geração de renda de jovens, as instituições parceiras apoiam financeiramente os grupos, através de bolsas.

O processo formativo online aborda temáticas do mundo da comunicação, como dados e notícias, fatos e versões, checagem de notícias, noções de comunicação popular, além de aulas práticas, como noções de criação de arte e vídeo. Depois, eles produzem conteúdos e compartilham por redes sociais, com potencial de alcance de mais 128 mil pessoas, simultaneamente.

“O Instituto JCA é parceiro número um deste projeto, que tem como foco o protagonismo juvenil e a formação de lideranças jovens. Acreditamos que ampliar as oportunidades da juventude está no centro de todas as organizações envolvidas e que só está sendo possível desenvolver o projeto com essas características devido a parceria e colaboração de todos os atores envolvidos”, afirma Maysa Gil.

O projeto é uma ação conjunta das seguintes organizações: BemTV, IJCA, Intervozes, Orquestra de Cordas da Grota, “Ainda não pensei” – Jornal do Preventório, CCJC – Nós por nós, África em nós, Matrizes que Fazem, Axé Bambuzal, Ponte Cultural, Bem – Biblioteca do Engenho do Mato, Casa Reviver, Juventude de Terreiro, Saúde Coletiva – UFF, Comunicação – UFF e Secretaria Municipal de Saúde de Niterói e Lei municipal de incentivo à cultura, com apoio da FIOCRUZ e do Missão em Foco.